Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Recuperação do órgão marcou visita de Cavaco

In DIÁRIO DE COIMBRA:

Ministra da Cultura deixou garantia

Recuperação do órgão de tubos com condições para avançar

 Resolvido que está o processo que opôs o IPPAR e o organeiro, importa agora identificar as peças do órgão de tubos do Mosteiro de Lorvão. Concluída esta fase, há condições para avançar com o restauro

O Presidente da República visitou ontem o Mosteiro de Lorvão, no concelho de Penacova, de onde levou uma pasta com toda a documentação sobre o processo de reconstrução do órgão de tubos, que se arrasta desde 1992. Foi a forma que a Junta de Freguesia local e a Associação Pró-Defesa do Mosteiro de Lorvão encontraram para chamar a atenção de Cavaco Silva para o problema que, de acordo com a ministra da Cultura, tem agora outras condições para ser resolvido, uma vez que as peças do órgão já estão na posse do Ministério da Cultura.

Cavaco Silva – que visitou o monumento no âmbito das II Jornadas para o Roteiro do Património – conheceu de perto todo o mosteiro, desde a igreja aos claustros, passando pelo cadeiral e pelo órgão que «não está lá», como recordou Nelson Correia Borges, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Sobre o assunto, o Chefe de Estado não falou. Foi antes a ministra da Cultura quem deu a cara perante os muitos populares que lhe pediam alguma atenção para o problema.

«Olhe pelo nosso órgão, senhora ministra», diziam os populares. Isabel Pires de Lima não se recusou, por nenhuma vez, a dar explicações. «Finalmente temos o órgão connosco, ou pelo menos pedaços do órgão, porque o organeiro não o tratava nem nos dava de volta. Agora trata-se de contratar um perito para analisar e juntar as peças», explicou.

Efectivamente, e segundo a titular da pasta da cultura, o processo que se arrasta desde 1992, que opôs o organeiro ao IPPAR, foi já resolvido na justiça e há pouco tempo conseguiu-se, com o apoio da PJ, aceder a vários órgãos. «Agora importa fazer a identificação das peças e verificar se (o de Lorvão) está completo», explicou Isabel Pires de Lima, que espera, depois desta fase, ter «condições para avançar com a recomposição, restauro e reposição do órgão» no Mosteiro de Lorvão. É, de resto, recordou, «uma aspiração muito forte das populações e nós temos todo o empenho que o processo avance, agora que há condições».

Datas sobre o avanço do restauro não há, pelo menos segundo a ministra. Mas há a convicção da Junta de Freguesia de Lorvão de que o órgão estará pronto no próximo ano. Pelo menos foi essa a promessa deixada há algum tempo pelo delegado regional de Cultura do Centro. «Temos a promessa do professor Pedro Pita de que estaria a funcionar em 2009. Como acreditamos na boa-vontade das pessoas e o professor Pedro Pita tem demonstrado boa-vontade nós acreditamos», disse o presidente da Junta, Mauro Carpinteiro.

Espaço museológico dependente

de escavações arqueológicas

 O atraso de anos na recuperação do órgão de tubos tem sido um problema, mas não é o único a existir no Mosteiro de Lorvão. A terceira fase de recuperação do monumento, que já deveria estar concluída, está com um atraso de três anos. Continua, pois, a faltar a criação do espaço museológico para exposição de todo o espólio do mosteiro.

E se até aqui a questão tem sido «falta de verbas», como explicou Nelson Correia Borges, agora há também a necessidade de se fazerem escavações arqueológicas no espaço onde será erguido o museu, ao nível das varandas do claustro. «Não podemos estar a construir em cima de património com o risco de o estar a destruir», explicou o presidente da Associação Pró-Defesa do Mosteiro de Lorvão, considerando que este é um problema que seguramente vai atrasar a construção do espaço museológico, mas «é um atraso que pode trazer muitos benefícios». «Agora queríamos que fossem autorizadas as escavações arqueológicas para depois se ultimar o projecto e começar a construção», explicou o professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.   http://www.diariocoimbra.pt/17670.htm

 

 

posted by penacovaonline às 21:52
link | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Veja mais

Para ver mais registos deste blogue pode clicar no link dos meses anteriores ( ARQUIVO ) na barra lateral.

Ficha Técnica:

Webmaster : David Almeida Contacto: cyber.org@sapo.pt

Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Registos Recentes

Penacova Online continua ...

Penacova online regressa ...

Penacova Online regressa ...

...

Travanca: Dia da Freguesi...

Travanca do Mondego assin...

Soares Marques ( 1919-201...

Paulo Cunha: escritor pe...

Agenda 21 Local: um proje...

Feriado Municipal evocou ...

17 de Julho: Feriado Muni...

Concurso “Achas que sabes...

União de Chelo promove No...

Confraria da Lampreia de ...

Festas do Município arran...

Etiquetas

actualidade

autarquicas09

blogosfera

bombeiros

desporto

feriado municipal

festitradições

frontal

futebol

igreja

karate

lampreia

lorvão

miro

nova esperança

penacova

penacova a mexer

politica

s. pedro de alva

travanca

todas as tags

Arquivo

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

pesquisar