Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Escada de peixe do açude-ponte de Coimbra vai , finalmente, ser construída

 

 

O Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional vai colocar a concurso público, via Instituto da Água, a empreitada de construção da nova escada de peixe do açude-ponte de Coimbra.
A medida, solicitada pelas mais diversas entidades, inclusive com uma petição e requerimentos à Assembleia da República, irá facilitar, assim que concretizada, o ciclo de vida da lampreia, bem como do sável, apesar deste estar praticamente extinto.
Estácio Flórido, actual mordomo-mor da Confraria da Lampreia, tem sido dos mais empenhados defensores da construção de uma nova escada de peixe no açude-ponte, uma luta que começou a travar na década de 80, era então presidente da Câmara de Penacova.
Por isso, foi com naturalidade que, face à solicitação do Diário de Coimbra para um comentário, indagou pela fonte da notícia e da sua veracidade. Quebrado o cepticismo, deixou escapar uma sentida alegria - «é uma excelente novidade» - para de seguida observar que é de extrema importância económica e ambiental para Penacova, mas também para a região Centro.
Aliás, de tal forma importante que a Confraria da Lampreia estava a ultimar, como último recurso, a interposição de uma acção jurídica contra o Estado, alegando «delapidação do património». Já não será necessário, constata Estácio Flórido, mas houve uma longa luta até aos dias de hoje. O responsável da Confraria, associação que também nasceu, em 2003, como forma de pressão para salvar a lampreia, recorda a petição, realizada em conjunto com a Associação de Amigos do Mondego e seus Efluentes. «Teve quatro mil assinaturas», observa, antes de recordar as deslocações à Assembleia da República até a subida a plenário, onde foi «aprovada por unanimidade».
Nas normas do concurso a lançar pelo Instituto da Água pode ler-se que a obra «é constituída pelo dispositivo de transposição dos peixes, pela bacia de dissipação do caudal adicional, pela câmara de válvulas», entre outros trabalhos complementares. Refere-se ainda «um compartimento para recolha das ensecadeiras, casa de monitorização e contagem de peixes (edifício de exploração), construção da estrutura em gabiões na zona de entrada dos peixes e todas as obras a efectuar a jusante do açude…».
A empreitada, com um preço base de dois milhões e meio de euros, tem um prazo de execução estimado em 18 meses. Os critérios de adjudicação, entre outras informações, podem ser consultados no processo do concurso, patente no Departamento de Obras, Protecção e Segurança, na avenida Almirante Gago Coutinho, em Lisboa.

 

Turistas a apreciar passagem dos peixes

 

Vai para seis anos que o Instituto da Água encomendou à empresa Hidroprojecto a elaboração de um plano para construção da escada de peixe no açude-ponte. No estudo, que resultou em projecto final e pronto a ser executado, participaram técnicos do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).
Na altura da projecção concluída, em 2002, os custos estavam estimados em um milhão de euros, contra os 2,5 milhões agora previstos. Num trabalho publicado em Maio de 2006, o Diário de Coimbra divulgou em pormenor o projecto, que contempla a construção de diversas bacias desniveladas entre si, pensadas para proteger a lampreia, mas também o sável e a savelha. De sublinhar a criação de uma sala envidraçada, com duas funções distintas: monitorizar as espécies por parte dos biólogos e permitir o aproveitamento turístico, com vistas privilegiadas da passagem dos peixes.

In DIÁRIO DE COIMBRA, via Alerta Google
FOTO: http://www.diariocoimbra.pt/fotos/18991.JPG
( Título nosso)
 

Etiquetas:
posted by penacovaonline às 17:52
link do post | comentar | favorito

Veja mais

Para ver mais registos deste blogue pode clicar no link dos meses anteriores ( ARQUIVO ) na barra lateral.

Ficha Técnica:

Webmaster : David Almeida Contacto: cyber.org@sapo.pt

Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Registos Recentes

Penacova Online continua ...

Penacova online regressa ...

Penacova Online regressa ...

...

Travanca: Dia da Freguesi...

Travanca do Mondego assin...

Soares Marques ( 1919-201...

Paulo Cunha: escritor pe...

Agenda 21 Local: um proje...

Feriado Municipal evocou ...

17 de Julho: Feriado Muni...

Concurso “Achas que sabes...

União de Chelo promove No...

Confraria da Lampreia de ...

Festas do Município arran...

Etiquetas

actualidade

autarquicas09

blogosfera

bombeiros

desporto

feriado municipal

festitradições

frontal

futebol

igreja

karate

lampreia

lorvão

miro

nova esperança

penacova

penacova a mexer

politica

s. pedro de alva

travanca

todas as tags

Arquivo

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

pesquisar