Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Penacova - Capital da Lampreia 1998-2008

A ediçao de 2008 anunciada na cidade de Coimbra.

 

 

A Câmara Municipal organiza todos os anos um fim de semana de promoção cultural e turístico virado essencialmente para a gastronomia, promovendo a lampreia.

Uma vez que Penacova é considerada a “Capital da Lampreia”, esta iniciativa tem como objectivo divulgar ainda mais este prato, tornando-o financeiramente mais acessível. Este evento conta com o apoio de restaurantes do concelho, que neste período vão fazer um preço especial a quem desejar comer o tão famoso prato gastronómico. A cargo da autarquia ficará a sobremesa, constituída pelos doces conventuais, as deliciosas nevadas e pasteis de Lorvão.

Os meses de Fevereiro, Março e princípios de Abril fazem parte das memórias das gentes de Penacova. Durante os (quase) três meses, a lampreia chamava muitos visitantes ao concelho. Uns iam saborear o prato às mesas dos pequenos restaurantes à beira da estrada. Outros iam para comprar. E não eram poucos os que desciam até à beira do Mondego para escolher as lampreias que se mantinham vivas em caixas de madeira.

Capital da Lampreia desde 1998

Para promover a lampreia, Penacova denominou-se em 1998 "Capital da Lampreia", com a criação do fim-de-semana da Lampreia. Começou com 6 restaurantes colaboradores, neste momento conta com 9 e com cerca de 5000 visitantes. A autarquia pretende com este evento: promover a cultura e o turismo deste concelho através das suas especialidades gastronómicas; manter viva uma das especialidades gastronómicas mais conhecidas deste concelho e da região e que traz a Penacova muita gente, aliando um passeio inolvidável a sabores requintados dos pratos baseados neste saboroso ciclóstomo; alertar para o perigo de extinção desta espécie típica do rio Mondego; divulgar o artesanato do concelho e a doçaria conventual.

  in: http://www.cm-penacova.pt/fimsemana_lampreia.htm

 

  LAMPREIA   

 Família -Ciclóstomo ou Ágnata

       Ordem -Petromízontiformes

 Características gerais:

 Pele sem escamas, escura no dorso com manchas anegradas, e esbranquiçada na face ventral. Mede cerca de 60 cm. Tem três barbatanas impares, duas no dorso e uma na cauda. Tem uma boca em forma de ventosa circular, semelhante a um funil, coberta de dentes corneos, que não comunica com a cavidade nasal.

 Com um aparelho respiratório especial, respira aspirando a água pele boca, expelindo-a através das guelras que desempenham o papel de pulmões. Atrás de cada olho existem sete aberturas em forma de buraco que correspondem às cavidades respiratórias.

 Habitat - Desde o Atlântico Norte até ao Mediterrâneo e aos rios que nele desaguam. Em Portugal, nos rios Minho, Lima, Cávado, Mondego, Tejo e Guadiana.

 Alimentação - Animal carnívoro, alimenta-se dos sucos orgânicos dos peixes, aos quais se agarra com a ventosa bucal. Aplica os "dentes" na vitima e suga-lhe o sangue que constitui a sua principal fonte de alimentação.

 Deslocação - Desloca-se nadando em movimentos ondulatórios, semelhantes ás enguias. Pode subir rochas escarpadas apoiando-se com a boca. Descansa fixando-se nos rochedos ou em objectos flutuantes, barcos e animais aquáticos.

 Reprodução - Quando chega a época, sobem os rios e procuram um local onde a água seja fresca, arejada e de corrente rápida, com o fundo de cascalho e areia; macho e fêmea preparam o lugar, retirando as pedras até a areia ficar a descoberto e finalmente, podem acasalar. Após o ritual de acasalamento, e a postura dos ovos, é necessário protege-los da corrente e do ataque dos inimigos. Removem então a areia que se mistura com os ovos, e estes aderem uns aos outros através de uma substância pegajosa. Infelizmente, esta "história" não tem um final feliz, pois tudo indica que após a reprodução, o casal de ciclóstomos morre. ... Mas não é só agora que esta é considerada um "prato de luxo", .Já durante o Império Romano era ementa destinada aos Patrícios (classe mais alta da sociedade), e D. Luís, rei de França, mandava-as ir de Nantes em barricas cheias de água.

in:

http://www.cm-penacova.pt/fimsemana_lampreia.htm

 


posted by penacovaonline às 00:44
link do post | comentar | favorito

Veja mais

Para ver mais registos deste blogue pode clicar no link dos meses anteriores ( ARQUIVO ) na barra lateral.

Ficha Técnica:

Webmaster : David Almeida Contacto: cyber.org@sapo.pt

Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Registos Recentes

Penacova Online continua ...

Penacova online regressa ...

Penacova Online regressa ...

...

Travanca: Dia da Freguesi...

Travanca do Mondego assin...

Soares Marques ( 1919-201...

Paulo Cunha: escritor pe...

Agenda 21 Local: um proje...

Feriado Municipal evocou ...

17 de Julho: Feriado Muni...

Concurso “Achas que sabes...

União de Chelo promove No...

Confraria da Lampreia de ...

Festas do Município arran...

Etiquetas

actualidade

autarquicas09

blogosfera

bombeiros

desporto

feriado municipal

festitradições

frontal

futebol

igreja

karate

lampreia

lorvão

miro

nova esperança

penacova

penacova a mexer

politica

s. pedro de alva

travanca

todas as tags

Arquivo

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

pesquisar