Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Comemoração do Dia Nacional dos Moinhos vai prolongar-se pelo fim-de-semana

 

O programa Moinhos Aberto de Portugal prolonga-se durante o fim-de-semana. Quer no sábado quer no domingo é possível visitar, de forma gratuita, os núcleos de Gavinhos e de Portela de Oliveira, bem como o Museu Vitorino Nemésio. No domingo o programa inclui, pelas 16h30, a actuação do Rancho Típico de Miro “Os Barqueiros do Mondego”, no Núcleo Molinológico da Serra da Atalhada.

 

Leia o destaque do DIÁRIO DE COIMBRA:

 

Penacova quer promover riqueza dos seus moinhos

 

Funcionam impulsionados pela força do vento ou da água. Alguns ainda hoje se mantêm vivos e continuam harmoniosamente a moer o grão. A grande maioria, todavia, está desactivada e muitos praticamente em ruínas. Falamos dos moinhos, um património no qual o país é rico e a região pródiga na sua presença. Particularmente o concelho de Penacova que, à semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, volta a associar-se às comemorações do Dia Nacional dos Moinhos e Moinhos Aberto de Portugal, que se comemora hoje e durante o fim-de-semana.

 

«Penacova é, talvez, o município que tem mais moinhos, tanto de vento, como de água», afirma o presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira. Razões de sobra, no entender do autarca, para que o município garanta a sua «adesão a todas as iniciativas que têm a ver com esta temática». Sublinhando a importância acrescida do património de moinhos no concelho, Humberto Oliveira refere ainda a «oportunidade que esta efeméride representa, no sentido da sua divulgação e promoção». Aliás, o autarca faz questão de referir a necessidade de «haver um esforço de promoção e divulgação», uma vez que se trata de um potencial que não é tão conhecido quanto seria desejável. Mais, admite mesmo que, dentro do próprio concelho de Penacova, há um «grande desconhecimento», pois «há pessoas que conhecem os moinhos da sua terra, mas desconhecem completamente os da freguesia vizinha».

Por isso, é fundamental, no entender do presidente da Câmara de Penacova, promover, divulgar e valorizar este património. Mas, para além do grande objectivo que, sem dúvida, passa por «dar a conhecer este património», Humberto Oliveira refere ainda a oportunidade que estas datas representam, no sentido de «também alertar consciências para a necessidade da sua preservação». E admite mesmo que «nós próprios devemos dar algum sinal de investimento nesta área».

 

Hoje, Dia Nacional dos Moinhos, há visitas guiadas e com entrada gratuita ao Núcleo Molinológico da Portela de Oliveira e ao Museu do Moinho Vitorino Nemésio. Já no Núcleo Molinológico de Gavinhos vai ser possível observar ao vivo o trabalho do moleiro Lino Branco, que se mantém ao serviço naquele moinho.

 

O programa Moinhos Aberto de Portugal prolonga-se durante o fim-de-semana. Quer no sábado quer no domingo é possível visitar, de forma gratuita, os núcleos de Gavinhos e de Portela de Oliveira, bem como o Museu Vitorino Nemésio. No domingo o programa inclui, pelas 16h30, a actuação do Rancho Típico de Miro “Os Barqueiros do Mondego”, no Núcleo Molinológico da Serra da Atalhada. Moinhos abertos à espera de visitantes Os moinhos da Serra da Atalhada, Gavinhos e Portela de Oliveira, no concelho de Penacova, fazem parte de um leque de centena e meia que, em todo o país, vão estar abertos durante o fim-de-semana, no âmbito da iniciativa Moinhos Abertos, esperando superar as seis mil visitadas contabilizadas no ano passado.

 

Jorge Miranda, um dos responsáveis pela organização, afirma que o objectivo é «pôr em evidência o interesse», o valor e a representatividade nacional que têm os vários moinhos que existem de Norte a Sul do país e também nas ilhas». E lembra que, se à primeira vista os moinhos podem parecer «uma cosia um pouco fora do nosso tempo», basta pensarmos que, «antes da industrialização, tudo o que transformava energia em trabalho eram moinhos», o que justifica a sua dispersão, por um lado e, por outro, a importância do «património que nos foi legado». Manuela Ventura

 

http://www.diariocoimbra.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=6892&Itemid=135

 

 

Etiquetas:
posted by penacovaonline às 23:15
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 9 de Abril de 2010 às 08:36
E pena que deixem as azenhas para trás, não fazendo referencia a elas


Comentar post

Veja mais

Para ver mais registos deste blogue pode clicar no link dos meses anteriores ( ARQUIVO ) na barra lateral.

Ficha Técnica:

Webmaster : David Almeida Contacto: cyber.org@sapo.pt

Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Registos Recentes

Penacova Online continua ...

Penacova online regressa ...

Penacova Online regressa ...

...

Travanca: Dia da Freguesi...

Travanca do Mondego assin...

Soares Marques ( 1919-201...

Paulo Cunha: escritor pe...

Agenda 21 Local: um proje...

Feriado Municipal evocou ...

17 de Julho: Feriado Muni...

Concurso “Achas que sabes...

União de Chelo promove No...

Confraria da Lampreia de ...

Festas do Município arran...

Etiquetas

actualidade

autarquicas09

blogosfera

bombeiros

desporto

feriado municipal

festitradições

frontal

futebol

igreja

karate

lampreia

lorvão

miro

nova esperança

penacova

penacova a mexer

politica

s. pedro de alva

travanca

todas as tags

Arquivo

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

pesquisar